sol entre nuves de tons avermelhados

19 de outubro: Dia Nacional da Inovação

Você sabia que em 19 de outubro comemoramos o Dia Nacional da Inovação? Essa data remete ao primeiro voo bem-sucedido feito por Santos Dumont em um dirigível em torno da Torre Eiffel.  Por causa desse fato, o Ministério da Ciência e Tecnologia propôs uma homenagem, sendo então sancionada a Lei 12.193/2010. Para nós, essa data deveria ser um grande evento nacional!

Mas o que é inovação?

Para o professor de criatividade e fundador da Keep Learning School, Murilo Gun, inovação é “quando a criatividade é empacotada e oferecida a um grupo de pessoas que percebe (o seu) valor”.

 

No Dicio – Dicionário Online de Português, inovação é novidade; aquilo que é novo; o que apareceu recentemente. Ação ou efeito de inovar.

Mas tudo o que é novo é inovação? Não! Inovação pressupõe aperfeiçoamento.

 

Para dar uma ideia mais ampla sobre o conceito de inovação, selecionamos respostas de três experts extraídas de uma matéria da Improvides Innovation Consulting.

 

* tradução livre

santos-dumont.jpg

“Inovação é um processo pelo qual um domínio, produto ou serviço é renovado e atualizado pela aplicação de novos processos, introdução de novas técnicas ou estabelecimento de ideias de sucesso para criar novo valor”*

Gijs van Wulfen

“É transformar uma ideia em uma solução que agrega valor do ponto de vista do cliente. Vire a perspectiva de cabeça para baixo e olhe para cada coisa nova que você está experimentando pelas perspectivas de vários clientes”*

Nick Skillicorn

“Criatividade é pensar em algo novo. A inovação é a implementação de algo novo”*

Paul Sloane

A inovação implica uma transformação com olhar no público, orientada por um processo criativo e diferente do modo usual de se fazer as coisas. O resultado pode ser uma atualização de melhoria ou uma transformação total.  O que importa na definição da inovação é a mentalidade do ponto de partida, que é entender as necessidades de transformação dos processos de trabalho sob o foco no usuário. É preciso conhecer bem esses processos, virá-los de cabeça pra baixo e fazer um caminho de lógica reversa – a partir do produto ou serviço final – para propor mudanças, que podem ser radicais ou não.

No vídeo abaixo, David Kelley, fundador da empresa de design IDEO e professor da Universidade de Stanford, esclarece que a criatividade não é domínio apenas de um grupo privilegiado. Assista e confira o que ele fala sobre construir a confiança para ser criativo:

Confiança criativa (1).png

O resultado, a inovação propriamente dita, é a oferta de produtos e serviços novos ou melhores, com qualidade e desenvolvidos a partir das necessidades do cliente – o que agrega valor com percepção de qualidade, confiança e facilidade. Adjetivos esses que se ligam ao objetivo de excelência que o TJDFT traz em sua missão.

E os inovadores, quem são?

 

A inovação nasce da criatividade, que é uma habilidade inerente aos seres humanos. Então, se todos somos criativos, também somos inovadores em potencial! O detalhe está na personalidade de cada um, no potencial de trazer mudanças ao mundo. São os originais, como conceitua o estudioso americano Adam Grant, autor, professor da Wharton School da Universidade da Pensilvânia e especialista em psicologia organizacional. “Originais são inconformistas, pessoa que não só têm novas ideias, mas que agem para defendê-las. São pessoas que se manifestam”.

 

Assista ao vídeo a seguir e saiba como reconhecer uma pessoa original!

Adam Grant 2.png

A inovação é solitária?


Na história, temos grandes referências de inovadores excepcionais. Albert Einstein, físico que desenvolveu a teoria da relatividade; Leonardo Da Vinci, pintor, escultor, arquiteto; Marie Curie, vencedora do Nobel de Física e Química; Walt Disney, criador do Mickey; e Steve Jobs, criador da Apple são algumas pessoas que se destacaram e ainda hoje inspiram gerações. Mas a inovação também acontece nos grupos, na troca de ideias durante um café, numa conversa casual. Isso acontece porque a criatividade é alimentada por perspectivas diferentes, por conexões entre assuntos que parecem diversos, por combinações inusitadas que resolvem um problema. Compartilhar experiências nos dá a oportunidade de conhecer e explorar situações e, quem sabe, fazer a diferença.

Quer mergulhar de cabeça na inovação e na criatividade? Confere nossas dicas de livros!

Tem alguma leitura interessante para indicar? Compartilha com a gente por meio do formulário que está no fim da página!

Originals.png

Adam Grant demonstra como a originalidade pode ser impulsionada, indicando a melhor forma de se expressar sem ser silenciado, como conquistar aliados em ambientes improváveis, escolher o momento certo de agir e lidar com o medo e a insegurança.

Além disso, comenta como pais e professores podem estimular a criatividade nas crianças e o que os líderes podem fazer para estabelecer uma cultura que promova a divergência de opiniões.

Design Thinking.png

Este não é um livro de designers para designers, mas um guia para líderes criativos que buscam propor o design thinking – uma abordagem para a solução criativa de problemas – em todas as facetas de suas organizações, produtos ou serviços para descobrir novas alternativas para os negócios e para a sociedade como um todo.
Escrito com imaginação, humor e visão, esta fundamental e inspiradora obra é uma leitura essencial para qualquer pessoa diante dos desafios de hoje para criar as oportunidades de amanhã.

Confiança criativa.png

A inovação e a criatividade são reconhecidas como os principais elementos por trás do sucesso nos negócios e, atualmente, são tidas como características fundamentais em líderes. Mas muitos acham que a criatividade é exclusiva de alguns poucos “tipos criativos” - pintores, escultores, designers ou escritores profissionais. Em Confiança criativa, os irmãos Kelley nos lembram que todos temos muitas ideias e insights para oferecer. Nem todos somos artistas, mas podemos ser advogados, médicos, gerentes ou vendedores mais criativos.

Designer designer.png

Robin Williams, de maneira clara e didática, ensina que qualquer pessoa pode elaborar páginas com uma estética melhor. Por ser um livro de design para leigos, a autora dá dicas e ensina truques para as mais variadas situações do dia a dia, que vão desde a elaboração de um simples panfleto até a elaboração de um jornal.

Doze pessoas.jpg

Há anos trabalho com pessoas empreendedoras, que me presenteiam todos os dias, com suas histórias, vivências e experiências vividas. Senti que algum momento o mundo deveria conhecê-las e desta vontade, nasce este livro.Um livro sobre pessoas e negócios, que escrevi em um momento de reclusão e gratidão, por todas as histórias compartilhadas comigo. Aqui você encontrará ideias práticas e casos de sucessos para que possa te inspirar, a tirar a sua ideia do papel e colocá-la em prática.

oportunidades.jpg

'Oportunidades disfarçadas' é um catálogo de ideias e soluções para dificuldades vividas pelas empresas. Resultado de sete anos de pesquisa, este livro reúne 200 casos de companhias e pessoas que transformaram seus problemas nas chances de suas vidas.

Para finalizar, saiba agora o que mais dizem sobre inovação:

“O iletrado do século XXI não será aquele que não consegue ler e escrever, mas aquele que não consegue aprender, desaprender e reaprender.” Alvin Toffler

 

“A necessidade é a mãe da inovação.” Platão

 

“Criatividade é a arte de conectar ideias.” Steve Jobs

“Esteja sempre pensando em como você pode fazer melhor.” Elon Musk

 

“É divertido fazer o impossível, pois lá a concorrência é menor.” Walt Disney

 

“Para a empresa excelente, a inovação é a única coisa permanente.” Tom Peters

 

“Se você contar sua ideia para 10 pessoas e 9 delas disser que você está maluco, provavelmente você está fazendo algo inovador!” Nolan Bushnell

 

“No momento em que você pensar fora da caixa, jogue a caixa fora.” Deepak Chopra

 

“Inovação: inventar e simplificar para permitir pensar em grande escala.”  Jeff Bezos

 

“Se, a princípio, a ideia não é absurda, então não há esperança para ela.” Albert Einstein